sexta-feira, 13 de julho de 2012

Confira os 05 melhores personagens de Crônicas de Gelo e Fogo segundo o Gnomo da Estante

Com possíveis spoilers dos volumes A Guerra dos Tronos, A Fúria dos Reis, A Tormenta de Espada e O Festim dos Corvos.

05 – Samwell Tarly: Quando o Lorde Porquinho chegou tremendo e sujando as calças na muralha, eu julgava que ele seria uma espécie de alívio cômico para a história. Sam, o matador, demonstrou tamanha audácia ao resgatar e levar Gilly, uma das filhas de Craster, e seu recém-nascido filho para a muralha, local onde mulheres e crianças não são bem-vindas. Nosso desajeitado Samwell Tarly morre de medo do velho pai, mas teve coragem e frieza suficiente para matar um dos caminhantes brancos, numa empolgante briga pela sobrevivência. Sam é um dos personagens que ganham magnificência ao longo da história. Não há como não se emocionar e se divertir com seus pensamentos e reflexões.

04 – Petyr Baelish: Se fosse para resumir em poucas palavras, eu diria que o cara é foda demais. Sabe aquela velha expressão “Enquanto você está indo com seu fubá, eu estou voltando com minha broa pronta”? Então, se me permitem a analogia, essa expressão cai como uma luva para o Mindinho. O cara simplesmente é responsável por quase todas as picuinhas da série. Nascido em uma casa pobre e insignificante, Petyr passa a maior parte de sua vida adulta desejando o poder e status. Possuindo uma habilidade considerável no comércio, torna-se mestre da moeda de Porto-Real. Como todo bom ambicioso, Mindinho cai na armadilha de desejar aquilo que não pode conquistar: O coração da sofredora Maria-do-bairro Sansa Stark.

03 – Daenerys Targaryen: Filha da Tormenta, a Não Queimada, a Rainha do Khalazar, a Mãe de Dragões. Com todos esses títulos, fica fácil entender por que ela entra nessa lista. Dany, a menina frágil e dominada pelo irmão, torna-se uma forte e segura mulher comandante de milhares de guerreiros. Quando conhecemos melhor a trágica história de sua família, fica impossível não torcer por sua ascensão no Trono de Ferro.

02 – Cercei Lannister: Rainha Cercei, ah, Cercei! O que dizer dessa personagem incrível que nos rende divertidas passagens em todos os capítulos em que é centrada? George R. R. Martin nos presenteou com uma Rainha impiedosa, uma mulher apaixonada, uma mãe protetora e uma mente insanamente irônica. Cercei, que sempre esteve camuflada por homens, como seu pai, seu falecido marido Robert Baratheon e seu irmão e amante Jaime, se vê no comando dos Sete Reinos em guerra. Mas a guerra está mais perto do que ela imagina, dentro do próprio palácio, e vindo de seu próprio sangue, seu irmão mais novo...

01 – Tyrion Lannister: O mais novo do clã Lannister, se vê rejeitado desde seu nascimento por seu pai e irmãos. Nascido anão, Tyrion carrega por toda vida a culpa pela morte da mãe durante seu parto. Esperto, sagaz e irônico (como todo bom Lannister), Tyrion se torna Mão do rei Joffrey em um momento de caos em Porto Real. O meio-homem rouba a cena em todos os capítulos em que ele aparece. Não tem como não se deliciar com boas risadas em seu casamento forçado, ou nas inúmeras vezes em que foi feito refém. É impossível não se emocionar com seus pensamentos em Tysha ou todas as promessas que faz para Shae. Tyrion é fantástico, e seus últimos momentos no A Tormenta de Espadas são os melhores de toda a série.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário