terça-feira, 17 de julho de 2012

Resenha: A Escolha - Nicholas Sparks


Detalhes técnicos:
Editora Novo Conceito
ISBN 9788563219299
Páginas 307
Ano 2012
Menor Preço*: R$ 14.90, na FNAC. Clique aqui para comprar.
* Pesquisado em 17/07/2012 

Sinopse: Travis Parker possui tudo o que um homem poderia ter: a profissão que desejava, amigos leais, e uma linda casa beira-mar na pequena cidade de Beaufort, Carolina do Norte. Com uma vida boa, seus relacionamentos amorosos são apenas passageiros e para ele, isso é o suficiente. Até o dia em que sua nova vizinha, Gabby, aparece na porta. Apesar de suas tentativas de ser gentil, a ruiva atraente parece ter raiva dele. Ainda sim, Travis não consegue evitar se engraçar com Gabby e seus esforços persistentes o levam a uma jornada que ninguém poderia prever. Abrangendo os anos agitados do primeiro amor, casamento e família, A Escolha nos faz confrontar a questão mais cruel de todas: Até onde você iria manter o amor de sua vida?

Sobre o autor: 
Nicholas Sparks é um dos escritores mais adorados do mundo, oito vezes considerado o número 1 de acordo com o New York Times, com mais de 50 milhões de cópias impressas em todo o mundo. Todos os seus livros foram considerados sucessos dentro e fora dos Estados Unidos, sendo traduzidos para mais de quarenta idiomas. Vários dos romances de Nicholas Sparks foram adaptados para filmes, como “Querido John", “A Última Música” e “Noites de Tormenta". Ele mora na Carolina do Norte com sua esposa e família. Visite o site de Nicholas Sparks.




Book trailer



Nossas vidas são feitas de decisões. Existem certas escolhas, escolhas importantes, que não modificam apenas o nosso interior. Mude, que o mudo muda também. As pessoas possuem o livre arbítrio, e certas escolhas são valiosas.  Quando decidimos precipitadamente, não apenas causamos consequências para nós, mas essa interferência é capaz de gerar um efeito cascata capaz de modificar a vida de todos ao nosso redor. E quando isso ocorre, o maior desejo fica sendo poder voltar ao passado.
Gabby abriu a boca para responder, mas não havia realmente nada a dizer.
"E, além disso," ele continuou, "Eu não tenho certeza se quero que sejamos amigos."
"Por que não?"
"Porque muito provavelmente eu iria me pegar desejando mais do que isso." 
Fica o desejo de voltar para aquele instante decisivo,  impedir o acontecimento do problema e  modificar tudo. Mas infelizmente não temos esse dom.  A palavra dita, a escolha feita e o sorriso dado já pertencem a um passado irrefutável. Como é impossível voltar no tempo, as escolhas se abrem para estradas perigosas. 
E essa é a premissa do novo livro de Nicholas Sparks: Somos extremamente responsáveis por aquilo que escolhemos. Cada escolha gera uma consequência, e cada consequência modifica nossas vidas.
O belo livro, escrito em terceira pessoa, é recheado de dramas, romances e frases de efeito. Além disso, os personagens são bastantes carismáticos e envolventes. É difícil não se apaixonar pela escrita simples e corriqueira de Sparks. Por mais que seu coração seja mais duro que pão amanhecido, aconselho a deixar uma caixa de lenços de papel em fácil acesso.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário